Trabalho Escrito


1. INTRODUÇÃO


1.1. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA


1.1.1. REFERÊNCIA 1


Reportagem: encontra-se em anexo ao final do trabalho.

Resumo:

Um estudo publicado pela Consumer Reports, nos Estados Unidos, apontou que 7,5 milhões de crianças acessam a rede social Facebook sem terem completado a idade mínima exigida pela rede – 13 anos.

Esse fato mostra que muitas famílias não têm informações sobre o que os filhos estão fazendo na internet, o que faz com que fiquem expostos diante de pessoas maliciosas, como abusadores infantis.

Jeff Fox, diretor de Tecnologia da Consumer Reports, afirmou que a maioria dos pais de crianças menores de 10 anos que acessam a rede desconhecem a forma com que seus filhos utilizam o site.

O estudo conclui que o uso do Facebook gera riscos de privacidade e segurança para as crianças, fato apontado em um estudo realizado em 2010 onde mais de 5 milhões de famílias nos EUA foram expostas a algum tipo de abuso.


1.1.2. REFERÊNCIA 2


Reportagem: encontra-se em anexo ao final do trabalho.

Resumo:

Um estudo realizado pela empresa ComScore aponta que dentre os usuários do Brasil que acessam a internet, 99% também acessam redes sociais.

Neste quesito, o Brasil só perde para os EUA, com 99,7%. Porém, em relação à quantidade de visitas, está na frente com uma média de 30,6 visitas ao mês, enquanto nos EUA a média é 30,3.

A popularidade de redes sociais no Brasil é gigantesca, tanto que o número de visualização de páginas no mês de março foi 24,8 bilhões.

Em relação ao perfil do usuário, a pesquisa mostrou que o Facebook é mais acessado por adultos e que há mais mulheres que homens. No Orkut, ocorre o contrário.


1.1.3. REFERÊNCIA 3


Reportagem: encontra-se em anexo ao final do trabalho.

Resumo:

Com o objetivo de fazer frente à sua rede social rival Facebook, a Google está investindo no Orkut, tornando-o uma rede mais interativa para os usuários. Criou um canal de transmissão ao vivo dentro da rede social e está apostando na criação de páginas patrocinadas.

Fábio Coelho, novo presidente da Google no Brasil, revelou em uma pesquisa que o Orkut está querendo reforçar a ideia de comunidade. Segundo a empresa ComScore, o Orkut registrou 32,1 milhões de visitantes no mês de março, alta de 25% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Já o Facebook cresceu incríveis 207%, para 18,5 milhões. Mas o executivo não teme os fatos, dizendo que Orkut e Facebook têm propostas diferentes e irão conviver juntos.

A ideia do Orkut é colocar cada vez mais vídeos no Youtube, começando com a ideia de uma entrevista ao vivo por mês. O objetivo disso é aumentar o nível de atividade dentro da rede social.


1.2. JUSTIFICATIVA


O tema do trabalho foi discutido diversas vezes pelo grupo. A proposta inicial era de realizar o trabalho diante de um tema atual, de grande influência no dia-a-dia de grande parte da população. Então surgiu a ideia de ter como tema “Redes Sociais”, pois as redes sociais atualmente estão presentes nas vidas da maioria das pessoas, e principalmente dos jovens. Além disso, é um tema que está sempre em constante atualização. Dessa forma, pode-se concluir que possui um grande destaque no mundo, sendo, assim, de provável grande interesse para o público.


2. OBJETIVOS


2.1. GERAL


O trabalho tem por objetivo ampliar conhecimentos sobre o que são redes sociais e sobre a importância que têm atualmente. Através desse conhecimento, pretendemos apresentar as facilidades e os riscos que as redes sociais podem gerar em nossas vidas.


2.2. ESPECÍFICO


Com todas as informações contidas no trabalho, temos o objetivo de mostrar às pessoas estatísticas atuais em relação às redes sociais e formas de utilizá-las para benefício próprio, evitando gerar algum dos diversos problemas que as redes sociais podem causar na vida de todos. Além disso, temos o objetivo de apresentar para as pessoas mais informações sobre as maiores e mais conhecidas redes sociais da atualidade.


3. POPULAÇÃO E AMOSTRA


3.1. POPULAÇÃO


Estudantes de 10 a 25 anos, sendo moradores das cidades de Bauru (aproximadamente 380.000 habitantes) ou Bariri (aproximadamente 33.000 habitantes).


3.2. AMOSTRA


– 200 dados coletados na cidade de Bauru, entre os locais:

Colégio São Francisco de Assis
Colégio Técnico Industrial - CTI
UNESP
E.M.E.F. Cônego Anibal DiFrância

– 100 dados coletados na cidade de Bariri, entre os locais:

Cooperativa COEBA
E.E. Profª Ephigênia Fortunato

4. DADOS COLETADOS


OBS.: As fórmulas utilizadas em todas as tabelas a seguir foram as seguintes:


Frequência relativa em porcentagem:




Frequência acumulada:




Frequência acumulada em porcentagem:




Desvio Padrão:




Desvio Médio:




Média:




Moda:




Mediana:




OBS.:

Fi: Frequência absoluta
Mi: Ponto médio do intervalo
Ld: Limite inferior da classe mediana
Fant: Soma das frequências das classes anteriores à classe mediana
Fd: Frequência da classe mediana
Hd: Amplitude da classe mediana
Lo: Limite inferior da classe modal
Ho: Amplitude da classe modal
Δ1: Frequência da classe modal menos frequência da classe anterior à modal
Δ2: Frequência da classe modal menos frequência da classe posterior à modal
n:

4.1. QUESTIONÁRIO


  1. Qual a sua idade?
( ) Abaixo de 12 anos
( ) De 12 a 14 anos
( ) De 15 a 17 anos
( ) Acima de 18 anos
  1. Qual o seu sexo?
( ) Feminino
( ) Masculino

3. Qual a sua escolaridade?

a. Ensino Fundamental
b. Ensino Médio completo
c. Ensino Médio incompleto
d. Ensino Superior completo
e. Ensino Superior incompleto
  1. Você utiliza alguma(s) rede(s) social(is) com freqüência?
( ) Sim
( ) Não
  1. Quantos dias por semana você acessa redes sociais?
a. 1 ou 2 dias
b. 3 ou 4 dias
c. 5 ou mais dias
d. Não utilizo
  1. Em média, quanto tempo por dia você gasta acessando redes sociais?
a. Até 1 hora
b. Até 2 horas
c. Até 5 horas
d. Até 8 horas
e. Acima de 8 horas
f. N.d.a.
  1. De quantas redes sociais você faz parte?
_____________________________________
  1. Qual a sua rede social preferida?
_____________________________________
  1. Como você acessa as redes sociais? (Mais de uma alternativa)
a. Casa
b. Lan house
c. Aparelhos móveis
d. Trabalho
e. Outros
f. Não acesso
  1. Você acredita que as redes sociais influenciam nas opiniões das pessoas?
( ) Sim
( ) Não
( ) Em partes
  1. Para qual finalidade você utiliza as redes sociais? (Mais de uma alternativa)
a. Lazer e entretenimento
b. Comunicação
c. Trabalho
d. Outros
e. Não utilizo
  1. Você acredita que relacionamentos concretos podem ser formados através das redes sociais?
a. Sim, já construí uma ou mais amizades através de redes sociais
b. Sim, já namorei através de redes sociais
c. Sim, mas nunca ocorreu comigo
d. Não, minha experiência não foi boa
e. Não acredito
  1. Você acredita que as redes sociais são uma boa via de divulgação, como propagandas e marketing em geral?
( ) Sim
( ) Não
  1. Qual você acredita ser o maior risco da utilização de redes sociais?
a. Divulgação de dados pessoais
b. Distorção de fotos
c. Invasão de privacidade
d. Pedofilia
e. Sequestro
f. N.d.a.
  1. Na sua opinião, qual a maior vantagem de ter um perfil em uma rede social?
a. Troca de informações fácil e rápida
b. Acompanhamento de atualizações
c. Novas amizades
d. Relações empresariais
e. N.d.a.
  1. Muitas pessoas já realizaram encontros com amigos virtuais. Se isso já aconteceu com você, assinale a alternativa que indica o ocorrido após o encontro.
a. Tivemos um relacionamento
b. Somos amigos até hoje
c. A pessoa não apareceu
d. Paramos de nos comunicar
e. Nunca realizei um encontro dessa forma
f. N.d.a.

4.2. QUAL A SUA IDADE?


4.2.1. TABELA








4.2.2. GRÁFICO













4.3. QUAL O SEU SEXO?


4.3.1. TABELA







4.3.2. GRÁFICO













4.4. QUAL A SUA ESCOLARIDADE?


4.4.1. TABELA









4.4.2. GRÁFICO













4.5. VOCÊ UTILIZA ALGUMA(S) REDE(S) SOCIAL(IS) COM FREQUÊNCIA?


4.5.1. TABELA







4.5.2. GRÁFICO













4.6. QUANTOS DIAS POR SEMANA VOCÊ ACESSA REDES SOCIAS?


4.6.1. TABELA








4.6.2. GRÁFICO













4.7. EM MÉDIA, QUANTO TEMPO POR DIA VOCÊ GASTA ACESSANDO REDES SOCIAIS?

4.7.1. TABELA










4.7.2. GRÁFICO












4.8. DE QUANTAS REDES SOCIAIS VOCÊ FAZ PARTE?


4.8.1. TABELAS











4.8.2. ROL





















4.8.3. GRÁFICO (HISTOGRAMA)













4.9. QUAL A SUA REDE SOCIAL PREFERIDA?


OBS.: A resposta desta questão não era obrigatória.


4.9.1. TABELA









4.9.2. GRÁFICO












OBS.: Outras: Formspring e rede particular de trabalho.

4.10. COMO VOCÊ ACESSA AS REDES SOCIAIS?


OBS.: Havia possibilidade de escolher mais de uma alternativa.


4.10.1. TABELA









4.10.2. GRÁFICO












OBS.: Outros: escola, casa de parentes ou amigos, entre outros.


4.11. VOCÊ ACREDITA QUE AS REDES SOCIAIS INFLUENCIAM NAS OPINIÕES DAS PESSOAS?


4.11.1. TABELA








4.11.2. GRÁFICO














4.12. PARA QUAIS FINALIDADES VOCÊ UTILIZA AS REDES SOCIAIS?


OBS.: Havia possibilidade de escolher mais de uma alternativa.


4.12.1. TABELA









4.12.2. GRÁFICO














OBS.: Outros: Conhecer novas pessoas, obter informações atualizadas, entre outros.


4.13. VOCÊ ACREDITA QUE RELACIONAMENTOS CONCRETOS PODEM SER FORMADOS ATRAVÉS DE REDES SOCIAIS?


4.13.1. TABELA








4.13.2. GRÁFICO
















4.14. VOCÊ ACREDITA QUE AS REDES SOCIAIS SÃO UMA BOA VIA DE DIVULGAÇÃO?


4.14.1. TABELA






4.14.2. GRÁFICO













4.15. QUAL VOCÊ ACREDITA SER O MAIOR RISCO DA UTILIZAÇÃO DE REDES SOCIAIS?


4.15.1. TABELA









4.15.2. GRÁFICO













4.16. QUAL A MAIOR VANTAGEM DE TER UM PERFIL EM UMA REDE SOCIAL?


4.16.1. TABELA








4.16.2. GRÁFICO













4.17. SE VOCÊ JÁ REALIZOU UM ENCONTRO COM AMIGOS VIRTUAIS, ASSINALE O OCORRIDO APÓS O ENCONTRO.


4.17.1. TABELA








4.17.2. GRÁFICO













5. BLOG















Link para acesso: http://redessociaiscti2011.blogspot.com/


6. CONSIDERAÇÕES FINAIS


Ao desenvolver o trabalho sobre redes sociais, foi possível chegar a diversas conclusões. As redes sociais atualmente fazem parte da vida de grande parte dos jovens, sendo, em diversos casos, prioridade nas vidas dos mesmos. As redes sociais, principalmente as “gigantes”, como Facebook e Twitter, são alvos de grande interação e conhecimento entre os jovens. Mesmo os que não são usuários têm bastante conhecimento sobre o assunto.

Através dos dados que foram coletados, pode-se observar que, entre os jovens que são usuários ativos de redes sociais, uma grande maioria permanece conectada por mais de 5 dias por semana, sendo que boa parte desses jovens permanece navegando até 5 horas por dia. Ao questionarmos quantas redes sociais o entrevistado possuía, uma grande parcela afirmou ter no máximo 3 redes sociais. Em contradição, encontramos jovens que navegam em até 11 redes sociais diariamente. Esses dados mostram que os jovens tendem a passar um longo período do dia conectados, às vezes deixando de realizar o que é necessário em suas vidas somente para permanecer online.

Diante desses dados, podemos observar que muitos desses jovens se dedicam diante dessas redes, sempre atualizando-as, buscando novos contatos, informações e diversão. Podemos também fazer uma ligação entre o mundo virtual e o real desses jovens: pouco mais de 40% desses jovens já construiu amizades ou teve um relacionamento através de redes sociais, sendo que pouco mais de 20% já realizou encontros com amigos virtuais, o que mostra que boa parte desses jovens tem o desejo de mesclar esses dois “mundos”.

Outra questão que pode ser abordada é o ponto em relação aos perigos das redes sociais. Assim como em qualquer lugar, devemos ter muito cuidado diante dessas redes para que o ato de divertir-se não se torne mais um problema em nossas vidas. Quase 50% dos entrevistados afirmaram que o maior perigo das redes sociais é a divulgação de dados pessoais, pois através disso outros diversos riscos tendem a aparecer.

O que pode ser afirmado depois de um longo ano de dedicação diante deste trabalho, é que na atualidade não há como fazer uma referência aos jovens sem pensar em redes sociais. Essa geração está trocando brincadeiras de rua por jogos online; contato direto por mensagens virtuais. Sabe-se que as redes sociais são a melhor via de comunicação, de troca de informação fácil e rápida. Porém é importante não ultrapassar os limites, não deixar de viver coisas importantes de uma fase da vida que não volta mais para permanecer conectado em redes que, futuramente, serão ultrapassadas, o que já está acontecendo com algumas dessas redes que também já foram consideradas como “gigantes”, como por exemplo, a rede MySpace.

Com as experiências adquiridas através desse trabalho, aprendemos e buscamos mostrar a vocês, leitores, uma realidade sobre os jovens atuais, que não abrem mão do mundo virtual e que transmitem grande influência das redes sociais para seu dia-a-dia.

Gostaríamos de finalizar deixando para os leitores uma frase de reflexão: “Não diga nada online que você não fosse colocar em um enorme outdoor com a foto do seu rosto ilustrando” – Erin Bury, Gerente da Comunidade Sprouter (uma rede social).


7. AGRADECIMENTOS


Primeiramente, gostaríamos de agradecer nossos familiares pelo grande apoio que nos deram no decorrer deste trabalho, sempre fazendo o possível para nos ajudar quando fosse preciso.

Gostaríamos também de agradecer alguns de nossos professores que nos fundamentaram quando tínhamos dúvidas em relação ao trabalho e outros que cederam parte de suas aulas para que pudéssemos desenvolvê-lo.

Por fim, gostaríamos de agradecer o aluno do 2º ano, Vitor Carra, por ter nos apresentado o programa de edição de gráficos que foi utilizado na realização deste trabalho.


8. REFERÊNCIAS


http://tecnologia.terra.com.br/noticias/0,,OI5121949-EI12884,00-Mais+de+mi+de+criancas+usam+Facebook+abaixo+da+idade+minima.html, acesso em 12/05/2011.

http://tecnologia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2011/04/28/quase-todo-internauta-brasileiro-tambem-acessa-redes-sociais-diz-estudo.jhtm, acesso em 12/05/2011.

http://oglobo.globo.com/tecnologia/mat/2011/05/12/google-muda-orkut-acirra-briga-com-facebook-924440401.asp, acesso em 12/05/2011.


9. ANEXOS


Reportagem 1:

Mais de 7,5 mi de crianças usam Facebook abaixo da idade mínima

Pelo menos 7,5 milhões de crianças usaram ativamente o Facebook durante 2010 sem ter cumprido 13 anos, a idade mínima exigida pelo site para acessar seus serviços, segundo um estudo publicado nesta terça-feira pelo Consumer Reports nos Estados Unidos.

Calcula-se que 20 milhões de usuários da rede social são menores, 7,5 milhões ainda não completaram 13 anos e mais de 5 milhões têm menos de 10 anos. A Consumer Reports, que incluirá todos os detalhes de seu relatório em sua revista de junho, assegurou que existe uma grande falta de informação nas famílias sobre as práticas das crianças no Facebook, expondo os filhos "a pessoas maliciosas e ameaças sérias como abusadores infantis".

"Apesar dos requisitos de idade do Facebook, muitas crianças que o usam não deveriam", disse Jeff Fox, diretor de Tecnologia do Consumer Reports. "O que é inclusive mais problemático é que através do estudo identificamos que a maioria dos pais de crianças de 10 anos e menores parece desconhecer em grande medida como seus filhos usam o site", afirmou.

"O uso do Facebook apresenta riscos de privacidade e segurança para as crianças, seus amigos e suas famílias", diz o estudo, no qual se constatou que durante 2010 "mais de 5 milhões de famílias nos EUA foram expostas a algum tipo de abuso".

http://tecnologia.terra.com.br/noticias/0,,OI5121949-EI12884,00-Mais+de+mi+de+criancas+usam+Facebook+abaixo+da+idade+minima.html, acesso em 12/05/2011.


Reportagem 2:

Quase todo usuário da web no Brasil também entra em redes sociais, diz estudo

No Brasil, 99% dos usuários que acessam internet também entraram em sites de redes sociais, apontou o estudo “Um Olhar Mais Atento para a Mídia Social no Brasil”, realizado pela comScore, empresa mundial de pesquisas. O levantamento foi apresentado nesta quinta-feira (28) e traz informações sobre o comportamento do usuário brasileiro nas redes sociais referente ao mês de março.

Neste quesito, o Brasil só perde para os Estados Unidos quanto ao interesse em redes sociais. Lá, 99,7% dos internautas que acessam a rede entram, ao menos uma vez por mês, em sites sociais.

No entanto, as informações do estudo mostram que os brasileiros são muito mais ativos nesse tipo de site: enquanto a média de visitas dos americanos é de 30,3 vezes ao mês, aqui a média é de 30,6.

A título de comparação, o ranking dos cinco primeiros países cujos internautas também acessam redes sociais é composto por: Estados Unidos (99,7%), Brasil (99%), México (98,9%), Reino Unido (97,9%) e Espanha (97,5%).

A popularidade de redes sociais no Brasil é tanta que o número de page views (visualização de páginas) a esse tipo de site é maior que a soma dessa métrica em países como Índia e Espanha. Em março, redes sociais geraram 24,8 bilhões de visualizações de páginas no Brasil, enquanto Índia e Espanha tiveram 10,6 bilhões e 12,9 bilhões, respectivamente.

http://tecnologia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2011/04/28/quase-todo-internauta-brasileiro-tambem-acessa-redes-sociais-diz-estudo.jhtm, acesso em 12/05/2011.


Reportagem 3:

Google muda Orkut e acirra briga com Facebook.

A Google está apostando pesado no Orkut. Com o objetivo de fazer frente ao rival Facebook, a empresa quer transformar sua rede social em um canal mais eficaz de interação entre as milhares de comunidades. Para isso, a gigante da internet está levando o conceito de transmissão de conteúdo ao vivo e ainda acabou de criar páginas patrocinadas - nos moldes do YouTube, seu site de vídeos. Diferentes empresas já adotaram a ideia, como Casas Bahia, Nike, Garnier (com Ivete Sangalo) e Warner.

Em entrevista ao GLOBO, Fábio Coelho, novo presidente da Google no Brasil, revelou que o Orkut está entrando em várias frentes para reforçar o conceito de comunidade. Segundo dados da consultoria britânica comScore, o Orkut registrou 32,1 milhões de visitantes únicos em março, alta de 25% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Já o Facebook cresceu incríveis 207%, para 18,5 milhões. Ainda sim, o executivo não teme o avanço do Facebook no país:

O Orkut tem mais de 85 milhões de usuários, a maior parte no Brasil. As pessoas têm um histórico de relacionamento. Orkut e Facebook têm propostas diferentes e vão conviver juntos. Estamos fazendo mudanças no conceito. Criamos as comunidades da marca. Em uma semana, o número de usuários para (o canal das) Casa Bahia aumentou em 20 vezes. Além disso, acabamos de criar o Orkut ao vivo. Percebemos que essa era uma demanda dos usuários. É dinâmico, e funciona bem - diz Coelho.

http://oglobo.globo.com/tecnologia/mat/2011/05/12/google-muda-orkut-acirra-briga-com-facebook-924440401.asp, acesso em 12/05/2011.


Imagens relacionadas aos locais em que os dados foram coletados:


















10. MINIATURAS DOS SLIDES